Conselho troca comando da OGX; Paulo Simões Amaral é nomeado CEO

quarta-feira, 16 de outubro de 2013 14:20 BRT
 

Por Sabrina Lorenzi

RIO DE JANEIRO, 15 Out (Reuters) - O Conselho de Administração da endividada petroleira OGX demitiu o presidente-executivo nesta terça-feira e convocou uma assembleia extraordinária de acionistas para destituir e eleger novos membros do Conselho, abrindo caminho para que Eike Batista possa deixar o posto de chairman da companhia.

O Conselho nomeou Paulo Narcélio Simões Amaral para suceder Luiz Eduardo Guimarães Carneiro como presidente-executivo da empresa, de acordo com fato relevante divulgado nesta terça-feira. Ele acumulará os cargos de diretor financeiro e de Relações com Investidores.

O diretor jurídico José Roberto Penna Chaves Faveret Cavalcanti também deixou a empresa e o advogado Darwin Corrêa foi contratado como consultor jurídico do Conselho de Administração.

As mudanças na diretoria e a convocação assembleia ocorrem em meio a notícias de que Eike Batista poderia ceder o controle da endividada petrolífera, o que levou as ações da empresa a dispararem 47,8 por cento nesta terça-feira, a 0,34 real.

Alguns participantes do mercado acreditam que se Eike deixar o controle da OGX isso acalmaria as tensas negociações com os credores e potencialmente facilitaria uma solução para salvar a empresa da falência. A assembleia extraordinária foi marcada para o dia 1º de novembro.

O Conselho também determinou à diretoria que contrate uma consultoria especializada para realização de auditoria nos exercícios sociais de 2008, quando estreou na Bovespa, a 2013.

A consultoria Angra Partners será responsável por coordenar e assessorar a OGX em seu processo de reestruturação, de acordo com o fato relevante.

"A decisão do Conselho de Administração tem por objetivo fortalecer a gestão da Companhia para a reavaliação de sua estratégia e elaboração e implementação de um projeto de reestruturação que atenda os melhores interesses da coletividade de seus acionistas, funcionários e credores, cumprindo com a sua função social", disse a empresa em fato relevante.   Continuação...