Ebitda da ALL sobe no 3o tri, mas volume cai pressionado por portos

quarta-feira, 16 de outubro de 2013 12:04 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A América Latina Logística (ALL) viu sua geração de caixa subir no terceiro trimestre, mas voltou a registrar queda no volume transportado devido a problemas em portos.

Entre julho e setembro o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado subiu 3,3 por cento ante igual período de 2012, para 503,6 milhões de reais. Mas o volume transportado teve queda de 5,7 por cento na mesma base de comparação, para 12.003 milhões de TKUs.

"Nossas operações ferroviárias continuaram a ser impactadas por problemas operacionais nos portos em que atuamos, não conseguindo converter o bom cenário agrícola em crescimento de volume", informou a empresa em comunicado.

Segundo a ALL, seus volumes no Porto de Santos, o maior do país, foram afetados pelas obras de expansão da estrutura de descarga ferroviária nos principais terminais de açúcar, que reduziram a capacidade existente em cerca de 40 por cento ante igual período do ano passado.

Além disso, os dois acidentes de junho em dois dos terminais mais importantes da ALL, o Terminal de Granéis do Guarujá (TGG) e Terminal XXXIX (borda direita), continuaram prejudicando os volumes, com a capacidade reduzida nesses terminais durante todo o trimestre.

Entre abril e julho, a ALL já havia registrado recuo no volume transportado devido aos problemas registrados nos portos.

Ainda assim, a empresa demonstrou otimismo para o quarto trimestre deste ano, afirmando que os problemas nos dois terminais de Santos deverão estar resolvidos no período.

"Podemos esperar uma operação mais regular nos portos em que operamos uma vez que o quarto trimestre é um período de entressafra e os portos serão menos pressionados durante o trimestre, e a maior parte das restrições que enfrentamos nos nossos principais terminais de descarga de grãos no Porto de Santos serão removidos".

Em commodities agrícolas, a ALL espera que os volumes continuem sendo beneficiados pela segunda safra de milho (safrinha) no quarto trimestre, e acrescentou que as operações do terminal em Rondonópolis (MT), inaugurado no terceiro trimestre, passará por uma aceleração em agosto e setembro.

No acumulado de janeiro a setembro, o Ebitda da ALL totaliza 1,48 bilhão de reais, alta de 10,1 por cento sobre igual período de 2012, enquanto o volume transportado tem queda de 0,2 por cento.

(Por Roberta Vilas Boas)