Obama diz que sancionará imediatamente lei para reabrir governo, elevar teto da dívida

quinta-feira, 17 de outubro de 2013 08:02 BRT
 

WASHINGTON, 16 Out (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta quarta-feira que irá sancionar a lei que reabre o governo e evita o calote da dívida assim que a medida for encaminhada à Casa Branca.

Obama falou depois que o Senado norte-americano aprovou proposta que põe fim ao impasse fiscal, mas antes de a Câmara dos Deputados votar a medida. Obama disse que o governo irá reabrir imediatamente após a sanção presidencial, colocando fim a uma paralisação parcial de 16 dias.

"Podemos começar a levantar esta nuvem de incerteza e inquietação das nossas empresas e do povo norte-americano."

A Câmara deve votar a medida mais tarde nesta quarta-feira.

Obama disse na sala de imprensa da Casa Branca que Washington tem muito trabalho a fazer até o fim do ano. Ele mencionou a reforma das leis de imigração, a aprovação de uma lei agrícola e trabalhar em um orçamento "razoável" que seja justo para classe média.

"Há um monte de trabalho pela frente, inclusive a nossa necessidade de ganhar de volta a confiança do povo norte-americano que foi perdida ao longo das últimas semanas", disse.

O acordo de última hora no Congresso evitou mais uma vez um calote histórico da dívida. "Espero que da próxima vez (a solução) não seja encontrada no último momento", disse.

(Por Steve Holland, Roberta Rampton e Mark Felsenthal)