Mercados asiáticos celebram acordo de última hora para evitar default dos EUA

quinta-feira, 17 de outubro de 2013 08:25 BRT
 

Por Ian Chua

SYDNEY, 17 Out (Reuters) - Os mercados acionários asiáticos conduziram seus índices para níveis que não eram vistos em semanas, depois que parlamentares fecharam acordo de última hora para elevar o teto da dívida dos Estados Unidos e evitar o default potencialmente catastrófico da dívida.

Às 7h33 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,52 por cento, e atingiu nova máxima em cinco meses durante o pregão. O índice japonês Nikkei fechou em alta de 0,83 por cento, após ter registrado anteriormente pico em três semanas.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, sancionou na madrugada desta quinta-feira a lei que encerra a paralisação do governo dos EUA e eleva teto da dívida pública norte-americana, informou a Casa Branca.

Entretanto, o acordo não soluciona questões fundamentais de gastos e déficits que dividem os republicanos e democratas norte-americanos. A lei aprovada financia o governo até 15 de janeiro e eleva o teto da dívida até 7 de fevereiro. Com isso, há possibilidade de os mercados globais enfrentarem outro impasse em Washington no início do próximo ano.