Resultado do Pão de Açúcar 3º tri agrada analistas

quinta-feira, 17 de outubro de 2013 15:34 BRT
 

SÃO PAULO, 17 Out (Reuters) - Os resultados do Grupo Pão de Açúcar (GPA) foram bem recebidos por analistas nesta quinta-feira, que chamaram a atenção para a elevação de margens da varejista após a empresa divulgar um salto 69,8 por cento no lucro trimestral na véspera.

Entre julho e setembro, o GPA viu o lucro líquido alcançar 357 milhões de reais, ante 210 milhões de reais registrados em igual período de 2012. A margem líquida da companhia, por sua vez, subiu para 2,5 por cento, ante 1,7 por cento um ano antes.

Na mesma base de comparação, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) avançou 30,4 por cento, para 1,036 bilhão de reais, acima da expectativa média de 960 milhões de reais apontada por analistas.

As cifras apresentadas mostraram "um sólido negócio alimentar e a ViaVarejo novamente surpreendendo positivamente", resumiu o BTG Pactual, em relatório assinado pelos analistas Fabio Monteiro e João Mamede.

A ViaVarejo, que reúne as bandeiras Casas Bahia, Ponto Frio e Nova Pontocom, mostrou aumento de 2,1 pontos percentuais na margem bruta sobre um ano antes, para 28,9 por cento, resultado que "chamou a atenção", segundo o BTG.

Para a analista Julia Monteiro, da CGD Securities, a expansão da divisão de eletrodomésticos e móveis refletiu "o positivo resultado dos investimentos feitos e a consolidação da estratégia de diminuição dos custos de logística".

Ao comentar os resultados, o GPA afirmou ter regionalizado entregas dos fornecedores nos centros de distribuição e terceirizado parte da frota. A companhia também atribuiu o resultado ao maior mix de vendas e comercialização de serviços.

No terceiro trimestre, o lucro líquido da ViaVarejo subiu 165,9 por cento na comparação anual, para 181 milhões de reais. O crescimento foi quase seis vezes superior ao apresentado pela divisão alimentar do GPA.

Ainda assim, os resultados da operação de alimentos também agradaram o mercado. Segundo os analistas Richard Cathcart e André Fontoura, do Espírito Santo Investment, apesar da margem bruta da divisão ter caído 1,4 ponto percentual, a empresa reduziu as despesas operacionais como percentual das vendas.   Continuação...