Mexicana VivaAerobus deve confirmar pedido de US$4 bi com Airbus, diz fonte

quinta-feira, 17 de outubro de 2013 16:35 BRT
 

PARIS, 17 Out (Reuters) - A mexicana VivaAerobus deve confirmar um pedido de cerca de 4 bilhões de dólares por 40 aviões família A320 da Airbus, após rejeitar ofertas da atual fornecedora Boeing disseram fontes da indústria.

A troca para um novo fornecedor de aviões, inicialmente noticiada pela Reuters em junho, segue uma luta amarga conforme a empresa mexicana de baixo custo se torna a mais recente a comparar os novos aviões eficientes em consumo de combustível das duas fabricantes.

A Airbus, a Boeing e a VivaAerobus não quiseram comentar, mas a empresa aérea disse que programou uma coletiva de imprensa para segunda-feira.

Espera-se que o negócio também marque um grande avanço para a Pratt & Whitney, unidade da United Technologies, cujos motores competem com a CFM, da GE e Safran, para jatos A320.

A VivaAerobus disse em junho que estudava propostas das fabricantes sobre possíveis compras de novos aviões.

(Por Tim Hepher e Tomas Sarmiento)