18 de Outubro de 2013 / às 00:27 / 4 anos atrás

Investidores embolsam lucros após seis altas e Bovespa fecha no vermelho

SÃO PAULO, 17 Out (Reuters) - O principal índice da Bovespa recuou mais de 1 por cento nesta quinta-feira, com investidores realizando lucros após seis sessões de alta e pressionado por papéis dos setores de siderurgia e construção, além da queda da petroleira OGX.

O Ibovespa recuou 1,1 por cento, a 55.358 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 7,7 bilhões de reais.

De segunda a quarta-feira desta semana, o índice acumulou alta de 5,3 por cento, em grande parte devido à influência da OGX, cujas ações subiram mais de 100 por cento, em meio a especulações sobre uma injeção de capital na companhia.

"Estávamos trabalhando com uma alta de quase 3 mil pontos na semana. Como não há nenhuma notícia realmente boa para sustentar os últimos avanços, quem ganhou dinheiro resolveu realizar agora", afirmou o diretor técnico da Apogeo Investimentos, Paulo Bittencourt.

O Ibovespa também foi impulsionado durante a semana pela expectativa de fechamento de um acordo fiscal nos EUA, o que ocorreu no fim da noite de quarta-feira.

Depois das fortes altas recentes, o papel da OGX foi o que mais caiu nesta quinta-feira. Em fato relevante, a empresa afirmou na quarta-feira que informações divulgadas na imprensa sobre acordos de capitalização "constituem suposições baseadas em rumores".

Também se sobressaíram entre as principais quedas do Ibovespa papéis de siderúrgicas, com destaque para Usiminas, cuja ação preferencial recuou mais de 6 por cento.

Em relatório distribuído na quarta-feira a clientes, o Bank of America rebaixou sua recomendação para Gerdau e Usiminas de "compra" para "neutra" e reiterou a da CSN em "abaixo da média do mercado".

Segundo o BofA, o setor já passou por um rali desde o início de julho, e não há catalisadores de novos ganhos à frente, ainda mais com o declínio dos preços do aço. "Na nossa visão, os preços do aço devem recuar mais em 2014, seguindo preços médios menores do minério de ferro", afirmaram analistas em relatório.

Nesta quinta, o UBS iniciou a cobertura do setor com recomendação de "venda" para Usiminas e CSN, e de "compra" para Gerdau.

O recuo dos papéis da MRV e da Rossi Residencial contribuiu para que o setor de construção também pesasse sobre o índice nesta quinta-feira.

Foram destaque de queda ainda as ações da operadora Oi.

No outro sentido, Itaú Unibanco e Vale ajudaram a minimizar a queda do índice.

BR Malls subiu com força, depois das vendas em seus shoppings terem saltado 11,5 por cento no terceiro trimestre ante um ano antes.

Já a ação do Grupo Pão de Açúcar teve queda de 0,77 por cento, apesar dos resultados da varejista no terceiro trimestre, incluindo um salto de 69,8 por cento no lucro, terem agradado analistas.

Por Priscila Jordão

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below