Ações asiáticas sobem estimuladas por crescimento da China e alívio com EUA

sexta-feira, 18 de outubro de 2013 11:20 BRT
 

Por Dominic Lau

TÓQUIO, 18 Out (Reuters) - Os papéis australianos atingiram máxima em cinco anos nesta sexta-feira, com os mercados asiáticos celebrando a aceleração do crescimento na China --apenas um dia depois que parlamentares dos Estados Unidos finalmente encerraram o impasse fiscal.

Com o drama da dívida dos EUA dissipado, a especulação aumentou sobre quando o Federal Reserve, banco central norte-americano, irá reduzir o ritmo de seu estímulo. Essa movimentação deu fôlego a ativos de maior risco.

Às 7h36 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 1,05 por cento, atingindo máxima em cinco meses, somando-se à alta de 0,6 por cento de quinta-feira.

A economia da China cresceu 7,8 por cento no terceiro trimestre, o ritmo mais rápido neste ano e em linha com as expectativas, impulsionada pelo investimento.

As ações australianas saltaram para o maior nível desde junho de 2008 porque as exportações australianas são intimamente ligadas aos resultados na China.

O índice Nikkei da bolsa de Tóquio foi o único na contramão da região. A queda foi em resposta a um movimento de investidores de embolsar os lucros das sessões anteriores.