Mercedes-Benz vende mais de 2.800 caminhões para ministério

segunda-feira, 21 de outubro de 2013 13:17 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Mercedes-Benz, unidade da Daimler, venceu concorrência para venda de 2.884 caminhões extra pesados ao Ministério do Desenvolvimento Agrário que serão entregues em versões caçamba e caminhão pipa, a diversos municípios de pequeno porte e afetados pela seca, informou a montadora alemã nesta segunda-feira.

A volume vendido equivale a pouco menos que um mês inteiro de vendas de caminhões pela Mercedes-Benz, que tem disputado a liderança do mercado brasileiro com a rival também alemã MAN, do grupo Volkswagen, que anunciou no final de setembro venda de 5.200 caminhões e ônibus em licitações dos governos federal e do Estado de São Paulo.

O presidente da Mercedes-Benz do Brasil e chefe da Daimler América Latina, Philipp Schiemer, afirmou em comunicado à imprensa que "diante da pequena expansão da economia brasileira esperada para esse ano, iniciativas como essa do Ministério do Desenvolvimento Agrário são essenciais para estimular o mercado de caminhões e manter os níveis de produção".

A produção brasileira de caminhões acumula crescimento de quase 51 por cento de janeiro a setembro deste ano sobre um fraco desempenho no mesmo período de 2012, enquanto as vendas subiram 13,6 por cento.

Na semana passada, o presidente da associação de montadoras, Anfavea, Luiz Moan, afirmou que a expectativa para 2013 é de vendas de 150 mil caminhões, após 139 mil em 2012 e 172,9 mil em 2011.

O modelo vendido pela Mercedes-Benz ao ministério é o Atron 2729 6x4, produzido na fábrica da companhia em São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo.

No início do mês, em evento do setor, Schiemer afirmou que a companhia prepara um novo pacote de investimentos para suas operações com caminhões e ônibus no país, depois de anunciar cerca de 500 milhões de reais para a produção de automóveis em uma nova fábrica a ser construída no interior paulista e que deve começar a produzir em 2016.

(Por Alberto Alerigi Jr.)