Klabin cai após previsão maior de investimento e capitalização

terça-feira, 22 de outubro de 2013 12:19 BRST
 

SÃO PAULO, 22 Out (Reuters) - As ações da Klabin recuavam nesta terça-feira e apareciam entre as principais quedas do Ibovespa, depois de a maior fabricante de embalagens do país ter informado que seu Conselho de Administração decidiu dar sequência ao processo de capitalização para a construção de uma nova fábrica de celulose.

Às 12h15, a ação da Klabin caía de 1,65 por cento, a 11,90 reais, diante de variação positiva de 0,9 por cento do Ibovespa. No mesmo instante, outras ações do setor de papel e celulose avançavam: Fibria ganhava 3,88 por cento e Suzano subia 1,68 por cento.

A Klabin vai construir uma nova fábrica de celulose de fibras curta e longa em Ortigueira (PR), no chamado Projeto Puma.

A empresa elevou o valor industrial do investimento, de 5,3 bilhões para 5,8 bilhões de reais, que serão bancados por meio da capitalização e de financiamentos junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Segundo analistas da XP Investimentos, a notícia é marginalmente negativa para as ações da Klabin.

"Entendemos que tal projeto executado sozinho deverá comprometer o fluxo de caixa da empresa por um período prolongado e isso representa uma adição de risco à empresa", afirmaram em boletim.

Além disso, os analistas da XP demonstraram preocupações quanto ao preço da celulose no momento da entrada em operação da fábrica, o que deve influenciar na rentabilidade do projeto.

(Por Priscila Jordão)