Dilma diz que não há motivo para mudar modelo de partilha do pré-sal

terça-feira, 22 de outubro de 2013 14:01 BRST
 

BRASÍLIA, 22 Out (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff disse nesta terça-feira que não há motivos para fazer mudanças no modelo de partilha para o pré-sal, depois do que considerou um bem-sucedido leilão da área de petróleo de Libra, arrematada na véspera numa disputa que teve somente um consórcio que venceu o certame com o lance mínimo.

Dilma disse que o consórcio vencedor, formado pela Petrobras, pela anglo-holandesa Shell, pela francesa Total e pelas chinesas CNPC e CNOOC, "é sólido".

O consórcio venceu o leilão oferecendo o percentual mínimo de óleo excedente exigido no edital.

(Reportagem de Jeferson Ribeiro)

 
Presidente Dilma Rousseff durante cerimônia em que sancionou a lei que destina os royalties do petróleo para educação e saúde, no Palácio do Planalto, em Brasília. Dilma disse nesta terça-feira que não há motivos para fazer mudanças no modelo de partilha para o pré-sal, depois do que considerou um bem-sucedido leilão da área de petróleo de Libra, arrematada na véspera numa disputa que teve somente um consórcio que venceu o certame com o lance mínimo. 9/09/2013. REUTERS/Celso Junior