Apple anuncia novo iPad e diz vai fornecer softwares gratuitamente

terça-feira, 22 de outubro de 2013 18:30 BRST
 

Por Poornima Gupta e Edwin Chan

SÃO FRANCISCO, 22 Out (Reuters) - A Apple afirmou que vai disponibilizar softwares gratuitamente a usuários de seu sistema operacional, em uma atitude de desafio à rival Microsoft.

A companhia anunciou a oferta surpresa, disponível a todos os usuários de MacBooks e computadores Macs, nesta terça-feira, ao mesmo tempo em que revelou seu novo iPad Air, mais fino e rápido que o anterior, e uma nova linha de Macs.

Seu sistema operacional Mac OS e o pacote de softwares iWork --que compete com o Excel, o Word e outros programas da Microsoft-- serão agora oferecidos gratuitamente a todos os usuários.

Ao ofertar os programas de graça, a Apple está desafiando a plataforma da Microsoft, instalada em cerca de oito a nove computadores de cada dez máquinas no mundo.

"Queremos que nossos clientes tenham o software mais recente", disse o presidente-executivo da Apple, Tim Cook, a jornalistas e executivos de tecnologia na Yerba Buena Center, em São Francisco.

A Apple pode estar tentando proteger sua posição no mercado de softwares para dispositivos móveis em um momento em que a Microsoft começa a fazer investidas no segmento de computação em tablets com seu aparelho Surface Pro. A vantagem de tais dispositos, especialmente para clientes corporativos, é sua capacidade de rodar programas da Microsoft, como o Word e o Excel.

A Apple está indo atrás de todo o mercado de tablets, tentando atrair tanto consumidores quanto empresas, e mostra-se atenta à jogada da Microsoft, que apostou no segmento de aparelhos mais sofisticados com o seu Surface Pro, em vez de mirar em equipamentos mais baratos que rodam o software Android, do Google.

"No mercado de tablets, eles acham que a Microsoft é uma ameaça maior do que o Android", disse a analista Carolina Milanesi, da Gartner. "O iPad Air vai competir com o Surface Pro, não com tablets baratos com o Android".

O iPad Air é cerca de 20 por cento mais fino que a geração anterior de tablets, com preço inicial a partir de 499 dólares. Os novos tablets enfrentarão forte concorrência, com Microsoft, Nokia e Amazon.com lançando equipamentos rivais nos próximos meses.