Bunge tem prejuízo com fraco desempenho em açúcar no Brasil

quinta-feira, 24 de outubro de 2013 12:23 BRST
 

CHICAGO, 24 Out (Reuters) - A gigante norte-americana do agronegócio Bunge divulgou nesta quinta-feira perdas trimestrais por conta do fraco desempenho de seu negócio de açúcar no Brasil, e disse que está explorando alternativas em relação ao setor.

A Bunge teve prejuízo líquido de 137 milhões de dólares no terceiro trimestre, que terminou 30 de setembro, ante um lucro de 289 milhões no mesmo trimestre há um ano.

A receita do trimestre foi de 14,7 bilhões de dólares, abaixo das expectativas dos analistas de 16,9 bilhões, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S. Há um ano, a receita foi de 16,5 bilhões de dólares.

A Bunge teve prejuízo de 0,94 dólar por ação (excluindo determinados ganhos e perdas), abaixo da média das estimativas dos analistas de um lucro de 2,21 dólares e dos 1,92 dólar por ação obtidos um ano antes.

Suas operações de moagem de açúcar no Brasil "enfrentaram condições meteorológicas continuamente abaixo do ideal e baixos preços globais do açúcar, bem como adversidades estruturais como inflação de custos domésticos e preços limitados do etanol", disse o diretor-executivo da empresa, Soren Schroder, em um comunicado.

"Tendo em conta os desafios enfrentados pela indústria brasileira, nós começamos um processo abrangente para explorar todas as alternativas para otimizar o valor deste negócio", disse ele.

Schroder, que assumiu o comando em 1 de junho, havia dito anteriormente que a Bunge iria cortar seus gastos de capital em 2013 para 1 bilhão de dólares, ante 1,2 bilhão, a fim de impulsionar os resultados financeiros.

A empresa disse que estava planejando um orçamento de investimentos de 900 milhões dólares para 2014, "com foco em projetos de crescimento e produtividade com prazos de retorno menores".

A Bunge está entre os quatro maiores players do mercado conhecidos como "ABCD", que dominam o fluxo de produtos agrícolas em todo o mundo. Os outros são a Archer Daniels Midland, a Cargill e a Louis Dreyfus .

Os lucros da Bunge vêm da compra, venda, transporte e processamento de produtos agrícolas.

(Reportagem de Tom Polansek)