Boeing obtém encomenda de US$20,7 bi de clientes da China, dizem fontes

sexta-feira, 25 de outubro de 2013 08:03 BRST
 

CINGAPURA, 25 Out (Reuters) - A Boeing assegurou compromissos de diversos clientes chineses para cerca de 200 unidades de seu avião 737 Max, a versão atualizada de seu jato mais vendido para rotas mais curtas, disseram duas fontes familiares com o negócio.

Os acordos têm um valor combinado de 20,7 bilhões de dólares em preços de lista e devem ser aprovados por autoridades do governo chinês, uma prática comum para encomendas de aviões no país, antes de os clientes poderem ser identificados, disseram as fontes.

Esses são os primeiros compromissos da China para o 737 Max, mercado aéreo de crescimento mais rápido. Representantes tanto da Boeing quando da Airbus, que faz o A320, que compete com o 737, disseram que a China deve ultrapassar os Estados Unidos como o maior mercado nos próximos 20 anos.

Os compromissos vieram de diversos clientes, incluindo empresas aéreas estatais, por meio da agência nacional de aquisição, assim como de empresas de leasing associadas com bancos do país, disseram as fontes.

A Agencia China Aviation Supplies não pôde ser encontrada de imediato para comentários.

Um porta-voz da Boeing não quis comentar o acordo, e disse apenas que "as discussões com clientes são confidenciais".

(Por Siva Govindasamy)