Incêndio atinge pequeno armazém de açúcar brasileiro

sexta-feira, 25 de outubro de 2013 15:50 BRST
 

SÃO PAULO, 25 Out (Reuters) - Um incêndio atingiu nesta sexta-feira um pequeno armazém de açúcar da empresa de logística Agrovia, em Santa Adélia, no Estado de São Paulo, destruindo entre 25 e 30 mil toneladas da commodity.

Bombeiros ainda estão no local e tentam determinar a causa do incêndio a fim de garantir que ele não se espalhou para um segundo armazém de propriedade da empresa, disse à Reuters o presidente-executivo da empresa, Guilherme Raposo. Ele declinou informar a quantidade de açúcar que está guardada no segundo armazém.

Ele disse que o açúcar ainda não foi vendido e que as perdas do armazém, localizado a 450 km do porto de Santos, serão cobertas pelo seguro.

"O açúcar não pertencia à Agrovia, ele ainda era das usinas", disse ele.

As chamas irromperam uma semana depois que um incêndio no porto de Santos, maior do Brasil, destruiu operações da Copersucar, maior comercializadora de açúcar do mundo, o que levou a empresa a declarar força maior em alguns contratos de exportação.

O Brasil é o maior produtor e exportador mundial de açúcar. A Copersucar perdeu 180 mil toneladas de açúcar no incêndio de 18 de outubro, cerca de 10 por cento da exportação mensal do Brasil.

A Agrovia normalmente exporta cerca de 1,7 milhão de toneladas de açúcar por ano dos armazéns de Santa Adélia e outras unidades pelo país, disse Raposo.

A ED&F Man é uma acionista minoritária da Agrovia, mas um porta-voz da empresa em São Paulo disse que seu próprio negócio não foi afetado pelo fogo.

(Reportagem de Caroline Stauffer)