Com anúncio de nova rolagem, dólar cai 0,57% e volta abaixo de R$2,20

sexta-feira, 25 de outubro de 2013 19:47 BRST
 

Por Tiago Pariz

SÃO PAULO, 25 Out (Reuters) - O anúncio do Banco Central de que fará nova etapa de leilões para rolar os contratos de swap cambial tradicional que vencem em 1º de novembro fez o dólar recuar nesta sexta-feira, voltando a ficar abaixo de 2,20 reais e deixando parte do mercado em dúvida sobre a estratégia da autoridade monetária.

A moeda norte-americana recuou 0,57 por cento, cotada a 2,1886 reais na venda, após chegar na mínima do dia a 2,1806 reais. Segundo dados da BM&F, o volume financeiro ficou em torno de 1,5 bilhão de dólares.

"Ainda temos incertezas sobre como vai ser esse processo de rolagem e o pessoal está com pé atrás", afirmou o gerente de câmbio da Fair Corretora, Mario Battistel.

Na véspera, após o fechamento do mercado, o BC informou que realizará nova etapa de rolagem de swap tradicional --equivalente à venda futura de dólares-- entre segunda e quarta-feira da próxima semana. Dos 8,87 bilhões de dólares que vencem no começo do mês que vem, 2,964 bilhões de dólares já tiveram os prazos estendidos por meio de três leilões feitos nesta semana e pelos quais foram ofertados e vendidos 20 mil contratos em cada rodada.

Após o fechamento dos negócios, o BC anunciou que, na segunda-feira, ofertará até 20 mil contratos de swap tradicional com vencimentos em 2 de maio de 2014 e 1º de outubro de 2014. O leilão ocorrerá entre 14h30 e 14h40 e o resultado será conhecido a partir das 14h50.

Inicialmente, o mercado acreditou que o BC faria a rolagem apenas parcial dos vencimentos, levando o dólar a se afastar do patamar de 2,15 reais e voltar a 2,20 reais na sessão anterior. Esse nível, entendiam os operadores, seria uma espécie de referência que o BC estaria indicando, que não chegava a afetar a inflação nem as exportações brasileiras.

"Esse anúncio de rolagem, anunciado na véspera, fez o dólar operar em queda hoje", disse o operador de câmbio da B&T Corretora, Marcos Trabbold, para quem o BC deve rolar os 6 bilhões de dólares em swap que ainda restam para vencer em novembro.

Mesmo assim, ele não aposta em altas expressivas do dólar no curto prazo por causa, entre outros, da expectativa de entrada de recursos no país com o leilão do campo de Libra.   Continuação...