Petrobras delibera sobre metodologia de preços de combustíveis

sexta-feira, 25 de outubro de 2013 20:27 BRST
 

SÃO PAULO, 25 Out (Reuters) - A Petrobras informou que sua Diretoria Executiva deliberou sobre uma metodologia de precificação de derivados a ser praticada pela companhia, por meio da qual se tenha maior previsibilidade do alinhamento dos valores domésticos do diesel e da gasolina aos internacionais, segundo fato relevante publicado nesta sexta-feira.

A nova política, apresentada ao Conselho de Administração em reunião realizada nesta sexta-feira, deve buscar evitar perdas registradas pela estatal com a defasagem dos preços internos em relação aos internacionais.

A estatal não apresentou detalhes da nova metodologia proposta.

A divisão de Abastecimento da Petrobras registrou perdas de 5,52 bilhões de reais no terceiro trimestre, contra prejuízo de 5,65 bilhões de reais no mesmo período do ano passado.

"Os maiores custos com aquisição/transferência de petróleo, decorrentes da apreciação do dólar frente ao real associada à elevação das cotações internacionais da commodity, bem como a maior participação de derivados importados no mix de vendas para atender a demanda sazonal, determinaram o aumento do resultado negativo", explicou a Petrobras na divulgação de seu resultado, em outra nota.

As importações de derivados de petróleo da Petrobras dispararam 89 por cento no terceiro trimestre em comparação ao trimestre anterior, para 493 mil barris ao dia, informou a estatal nesta sexta-feira.㿶

A Petrobras informou ainda que o Conselho "determinou a elaboração de simulações adicionais e estabeleceu o prazo de 22 de novembro de 2013" para a consideração da metodologia.

"A Companhia manterá seus acionistas e demais partes interessadas oportuna e adequadamente informados a respeito do desenvolvimento do tema", afirmou.

(Por Roberto Samora e Sabrina Lorenzi)