Economistas veem inflação e PIB mais baixos em 2014

segunda-feira, 28 de outubro de 2013 11:11 BRST
 

SÃO PAULO, 28 Out (Reuters) - Economistas de instituições financeiras deixaram inalteradas suas projeções para a inflação e o crescimento da economia neste ano, mas reduziram suas expectativas para 2014.

Pesquisa Focus do Banco Central mostrou nesta segunda-feira que a estimativa para o IPCA deste ano foi mantida em 5,83 por cento, mas para 2014 a projeção para o indicador foi a 5,92 por cento, ante 5,94 por cento na pesquisa anterior.

Sobre o Produto Interno Bruto (PIB), o Focus mostrou que a projeção de expansão permaneceu em 2,50 por cento para este ano, mas caiu a 2,13 por cento para 2014, ante 2,20 por cento anteriormente.

SELIC

A mediana das estimativas aponta para Selic de 10 por cento no fim de 2013, mesma projeção da semana anterior. Para 2014, a projeção também foi mantida em 10,25 por cento.

Assim, para a reunião de novembro do Comitê de Política Monetária (Copom), a última do ano, a perspectiva foi mantida em nova alta de 0,5 ponto percentual.

A mediana das estimativas do Top 5 de médio prazo, com as instituições que mais acertam as projeções nesse período, manteve a perspectiva de aperto monetário. Para 2013, a estimativa para a Selic ficou em 10 por cento e, para 2014, permaneceu em 10,50 por cento.

Na da última reunião do Copom, o BC sinalizou que seguirá com o aperto dos juros, ao defender ser "apropriada a continuidade do ritmo de ajuste das condições monetárias ora em curso".

(Por Camila Moreira)

 
Tráfego em frente à sede do Banco Central, em Brasília. Economistas de instituições financeiras deixaram inalteradas suas projeções para a inflação e o crescimento da economia neste ano, mas reduziram suas expectativas para 2014, mostrou pesquisa Focus do Banco Central nesta segunda-feira. 22/09/2011. REUTERS/Ueslei Marcelino