Incerteza de investidores sobre BC faz dólar cair 0,4%, a R$2,1799

segunda-feira, 28 de outubro de 2013 19:46 BRST
 

Por Marília Carrera e Bruno Federowski

SÃO PAULO, 28 Out (Reuters) - O dólar fechou em queda ante o real nesta segunda-feira, com investidores ainda incertos sobre a estratégia do Banco Central após o anúncio de nova etapa de leilões para rolar contratos de swap cambial tradicional com vencimento em 1º de novembro.

A moeda norte-americana recuou 0,40 por cento, a 2,1799 reais na venda. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em cerca de 1,2 bilhão de dólares.

"O mercado está vendo que o BC está tentando manter a cotação (do dólar) entre 2,15 reais e 2,20 reais, o que ajuda as empresas exportadoras sem gerar mais pressão inflacionária", disse o estrategista-chefe do Banco Mizuho, Luciano Rostagno, que trabalha com a hipótese de o BC não rolar integralmente os contratos de swap cambial que vencem na sexta-feira.

Mais cedo o BC vendeu a oferta total de 20 mil contratos no primeiro dos três leilões programados para rolar o restante dos contratos de swap tradicional --equivalente à venda futura de dólares-- com vencimento em 1º de novembro.

Após o encerramento dos negócios, a autoridade monetária anunciou para terça-feira a próxima rolagem, ofertando também até 20 mil contratos distribuídos entre os vencimentos 2 de maio de 2014 e 1º de outubro de 2014.

Na semana passada, o BC já havia feito três leilões para estender esses vencimentos, que somam o equivalente a 8,87 bilhões de dólares, também ofertando 20 mil contratos em cada lote.

Especialistas acreditam que o BC não deve rolar todo o resto que vence no início de novembro porque, entre outros motivos, o país deve receber dólares no curto prazo por conta do recente leilão de Libra, que exige o pagamento de bônus de 15 bilhões de reais no total.

A francesa Total, que faz parte do consórcio vencedor, já informou que trará de fora recursos para pagar sua parte no bônus.   Continuação...