S&P 500 bate recorde por Fed; Dow e Nasdaq ficam estáveis

segunda-feira, 28 de outubro de 2013 19:11 BRST
 

Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK, 28 Out (Reuters) - O índice Standard & Poor's 500 voltou a fechar na máxima histórica nesta segunda-feira, uma vez que estão altas as expectativa de que o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, vai manter o ritmo do programa de estímulo nesta semana.

Mas a bolsa, de maneira geral, terminou com pequenas alterações, com o Dow Jones e o Nasdaq encerrando em leve queda, após o rali recente perder fôlego.

O índice Dow Jones recuou 0,01 por cento, para 15.568 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve valorização de 0,13 por cento, para 1.762 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,08 por cento, para 3.940 pontos.

O S&P 500 acumula alta de 6,4 por cento desde 8 de outubro, quando atingiu a mínima durante a paralisação parcial do governo do EUA e o debate sobre a elevação do teto da dívida. O índice avançou 23,6 por cento até agora no ano.

Alívio com o fim do impasse político e expectativas de que o Fed manterá intactas as medidas de estímulo por vários meses em função da paralisação de 16 dias inflaram os preços. Integrantes do Fed se reunirão na terça e quarta-feira.

"Eu gostaria de dizer que tudo isso são as pessoas esperando o Fed, mas não sei o que estão esperando porque não espero mudanças na política do Fed nesta semana, considerando-se o fato de que eles ressaltaram repetidamente as questões fiscais", disse o estrategista-chefe de investimentos do Janney Montgomery Scott, Mark Luschini.

"Minha preocupação com o mercado neste nível é que, sem sinais que sirvam de evidência de que a economia está se fortalecendo, a expansão múltipla não parece racional", emendou.

O papel da Apple subiu 0,8 por cento para 529,88 dólares antes da divulgação dos resultados. O avanço da Apple ajudou o S&P 500, mas um índice que mede o desempenho de empresas do setor de bens de consumo ganhou 1,2 por cento e deu o maior impulso ao S&P 500.