Supermercados devem vender 14,9% mais nas festas de fim de ano--Abras

terça-feira, 29 de outubro de 2013 17:39 BRST
 

SÃO PAULO, 29 Out (Reuters) - As vendas de fim de ano nos supermercados no Brasil devem acelerar, mas no acumulado de 2013 o ritmo de crescimento deve ser menor do que no ano passado, previu nesta terça-feira a Abras, entidade que representa o setor.

A Abras, entidade que representa o setor, estimou nesta terça-feira avanço de 14,9 por cento para as vendas no período de festas, na comparação com igual etapa de 2012, com destaque para frutas importadas e bebidas.

As vendas de fim de ano de 2012 haviam crescido 14,4 por cento ante igual etapa do ano anterior. "O supermercadista está confiante em relação às suas vendas no fim de ano, prevendo crescimento em todas as categorias típicas do período", afirmou o vice-presidente da Abras, Marcio Milan, em nota à imprensa.

Entre meados de novembro e dezembro, os produtos com maior expectativa de elevação nas vendas são as frutas especiais importadas (+17,1 por cento), seguidas por bebidas natalinas (+15,9 por cento) e cervejas (+15,3 por cento).

"O crescimento de encomendas de frutas especiais importadas mostra também que as oscilações cambiais ocorridas em agosto não chegaram a afetar de forma significativa as compras do setor", observou o vice-presidente da Abras.

Além disso, o arrefecimento da inflação também ajudou a melhorar as estimativas em relação ao resultado anual, afirmou o gerente de economia da entidade, Flávio Tayra.

"Existia expectativa muito negativa em relação ao controle da inflação e isso foi revertido", disse.

Também citando a manutenção dos níveis de emprego e aumento do rendimento médio, a Abras agora prevê que o crescimento das vendas reais em 2013 fique entre 4 a 4,5 por cento, ante avanço de 4 por cento apontado no último mês, quando já havia revisto suas estimativas para cima.

Apesar disso, Tayra ressalvou que o setor diminuiu o ritmo em relação aos últimos anos, afetado pela desaceleração econômica do país. Em 2012, o crescimento das vendas chegou a 5,3 por cento, "patamar que dificilmente será repetido".   Continuação...

 
Garoto brinca com bola de futebol em supermercado em Recife. As vendas de fim de ano nos supermercados no Brasil devem acelerar, mas no acumulado de 2013 o ritmo de crescimento deve ser menor do que no ano passado, previu nesta terça-feira a Abras, entidade que representa o setor. 17/06/2013 REUTERS/Marcos Brindicci