Anima Educação diz que trabalha para revogar suspensão de IPO

quarta-feira, 30 de outubro de 2013 07:41 BRST
 

SÃO PAULO, 30 Out (Reuters) - A Anima Educação informou no início desta quarta-feira que está trabalhando para revogar a suspensão de sua oferta pública inicial de ações (IPO) determinada pela Comissão de Valores Mobiliários na véspera.

A suspensão, por até 30 dias, foi determinada depois do início da negociação das ações na segunda-feira e após declarações do presidente do Conselho de Administração da companhia, Ozires Silva, ao jornal Valor Econômico.

Segundo a Anima, a entrevista concedida pelo executivo ocorreu no início de setembro. O texto com a entrevista, porém, foi publicado apenas nesta semana, quando a companhia ainda estava sujeita ao período de silêncio após o IPO. As ações encerraram na segunda-feira com alta 3,8 por cento.

A CVM afirmou que a suspensão poderá ser revogada se a irregularidade foi devidamente corrigida. Caso contrário, o registro da companhia será cancelado.

Na entrevista, Ozires afirmou que quer criar "a melhor escola de engenharia do Brasil" e que para torná-la viável financeiramente vai pedir apoio ao governo para retirada de impostos sobre doações voltadas à educação.

Segundo comunicado da Anima nesta quarta-feira, "O sr. Ozires Silva esclarece que tal afirmação decorre de uma aspiração pessoal e que essa não representa o plano de negócio atual da companhia".

(Por Alberto Alerigi Jr., Reportagem adicional de Guillermo Parra-Bernal)