Comércio da China deve ter crescimento estável em 2014--ministério

quarta-feira, 30 de outubro de 2013 10:19 BRST
 

PEQUIM, 30 Out (Reuters) - O comércio exterior da China deve manter crescimento estável no restante de 2013 e no próximo ano, conforme as medidas de apoio do governo ajudam a compensar os obstáculos externos enfrentados pela segunda maior economia do mundo, afirmou o Ministério do Comércio nesta quarta-feira.

A China tomará medidas para estabilizar o crescimento das exportações e impulsionar as importações para melhorar sua balança comercial, comunicou o ministério em relatório bianual publicado em seu site, www.mofcom.gov.cn, sem especificar as medidas.

"As medidas oportunas de Pequim para estabilizar o desempenho do comércio ajudaram a impulsionar a confiança empresarial e levarão para um ritmo de crescimento estável nas exportações e importações no quarto trimestre", acrescentou.

"As exportações e importações da China irão encontrar um ambiente interno e externo melhor em 2014 do que em 2013".

As medidas recentes da China para ajudar os exportadores incluem simplificar os procedimentos alfandegários e reduzir taxas administrativas.

Mas as exportações da China registraram queda anual inesperada de 0,3 por cento em setembro, acompanhando a diminuição das encomendas provenientes do Sudeste Asiático, alimentando preocupações quanto ao enfraquecimento da demanda global, especialmente nos mercados emergentes.

O relatório também indicou vários fatores negativos que podem continuar a afetar o crescimento do comércio, como a recuperação econômica que ainda é irregular, o aumento do protecionismo do comércio e as variações nos fluxos de capital internacionais.

(Reportagem de Aileen Wang, Xiaoyi Shao e Jonathan Standing)