Air France-KLM vê pressão em operações de carga e médio curso

quinta-feira, 31 de outubro de 2013 09:37 BRST
 

PARIS, 31 Out (Reuters) - A Air France-KLM divulgou lucros trimestrais mais fortes porém suavizou uma meta para 2014, e também adiou sua meta de redução de dívida em um ano, após um alerta sobre "grandes dificuldades" em reestruturar os negócios de carga e médio curso.

A companhia aérea franco-holandesa disse que seu lucro principal antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) chegaria a cerca de 2,5 bilhões de euros (3,44 bilhões de dólares) em 2014, no piso de uma meta projetada, enquanto que sua redução de 2 bilhões de euros da dívida líquida seria alcançada em 2015.

Um baixo crescimento econômico e altos custos de combustível, porém, significam que suas atividades de carga e médio curso terão uma "redução significativa" das perdas em 2014, não alcançando o equilíbrio como se buscava inicialmente, disse a empresa.

A Air France-KLM, que anunciou recentemente 2.880 novas demissões, disse que os custos por unidade caíram 1,5 por cento no terceiro trimestre com bases cambiais e de combustível constantes, e confirmou que tem como meta melhorar seu resultado operacional do segundo trimestre no mesmo ritmo do primeiro.

O lucro operacional cresceu 29 por cento para 634 milhões de euros no terceiro trimestre de um nível proforma de 491 milhões de euros, apesar das receitas que cresceram apenas 0,4 por cento para 7,212 bilhões de euros.

(Por Tim Hepher e Cyril Altmeyer)