Cortes de custos no BNP Paribas ajudam a compensar queda em receitas

quinta-feira, 31 de outubro de 2013 10:54 BRST
 

PARIS, 31 Out (Reuters) - O BNP Paribas, o maior banco da França, disse que o lucro líquido cresceu 2,4 por cento conforme o banco combateu um crescimento fraco e um ambiente econômico decepcionante em seus principais mercados europeus por meio de cortes de custos.

O banco divulgou lucro líquido trimestral de 1,36 bilhão de euros (1,87 bilhões de dólares), uma alta em comparação ao 1,33 bilhão de euros no mesmo período do ano passado. No entanto, as receitas caíram 4,2 por cento para 9,29 bilhões de euros, conforme a frágil saída da zona do euro de uma recessão e uma queda nas operações de renda fixa atingiram atividades tanto de banco de investimento quanto de varejo.

Analistas haviam projetado um lucro líquido próximo de 1,32 bilhão de euros e receitas perto de 9,31 bilhões de euros, de acordo com uma média de previsões compiladas pelo Thomson Reuters I/B/E/S.

Os cortes do BNP têm sido focados principalmente em seu negócio de varejo, tradicionalmente uma importante fonte de receitas, especialmente na França, mas que tem sofrido com uma queda nos empréstimos e nas tarifas no terceiro trimestre.

(Por Lionel Laurent e Matthias Blamont)