Lucro da Total cai com margem pequena para refino na Europa

quinta-feira, 31 de outubro de 2013 11:39 BRST
 

PARIS, 31 Out (Reuters) - A empresa petrolífera francesa Total relatou na quinta-feira uma queda no lucro causada por margens de refino apertadas na Europa e uma conta mais pesada de exploração, e decidiu não igualar o aumento de dividendos da rival BP.

A desaceleração econômica atingiu a demanda europeia por petróleo, deixando as refinarias europeias com excesso de capacidade e margens cada vez menores. A Total apontou no começo deste mês que as margens haviam caído para quase o menor nível em quatro anos.

O lucro líquido ajustado da Total caiu 19 por cento para 2,7 bilhões de euros (3,72 bilhões de dólares) em comparação ao mesmo trimestre do ano passado, um pouco abaixo de um consenso entre as previsões de analistas de 2,78 bilhões de euros segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

A segunda maior petrolífera da Europa depois da Shell, disse que um crescimento de 400 milhões de dólares em sua conta de exploração, comparado ao mesmo período do ano passado, também havia pressionado o lucro.

A receita do terceiro trimestre caiu 6 por cento ante o mesmo período do ano passado para 46,7 bilhões de euros. Analistas haviam esperado em média receita de 43,8 bilhões de euros, com um dividendo de 0,51 euro por ação, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S,

(Por Michel Rose, Benjamin Mallet e Alexandre Boksenbaum-Granier)