Embraer tem resultados abaixo do esperado; empresa mantém metas

quinta-feira, 31 de outubro de 2013 16:34 BRST
 

Por Roberta Vilas Boas e Brad Haynes

SÃO PAULO (Reuters) - A Embraer, terceira maior fabricante de aviões civis do mundo, divulgou resultados abaixo do esperado pelo mercado no terceiro trimestre, com menor entrega de aviões comerciais, mas reafirmou suas metas para o ano nesta quinta-feira, acreditando em um forte quarto trimestre.

Os números operacionais da empresa levantaram dúvidas sobre o possível alcance das metas de entregas e de lucro operacional, mas segundo o vice-presidente financeiro da fabricante, José Filippo, os dados foram prejudicados pelo adiamento de entregas do terceiro para o quarto trimestre.

"Algumas entregas, tanto da aviação comercial como a executiva, foram adiadas para o quarto trimestre, portanto estamos com os números do terceiro trimestre um pouco abaixo do que esperávamos por conta desses adiamentos. Com esses números e as expectativas que temos, nós confirmamos ainda uma manutenção da nossa projeção, obviamente na faixa mínima desse valor", disse, em teleconferência com jornalistas.

A meta de entregas da Embraer para este ano é de 90 a 95 jatos comerciais, 80 a 90 jatos executivos leves e 25 a 30 aviões executivos maiores. O total de entregas da Embraer no ano está em 124 aeronaves, sendo 58 comerciais e 66 executivas.

Ainda assim, o executivo considerou que o adiamento das entregas para o quarto trimestre eleva o desafio de atingir as estimativas.

"Obviamente era melhor que tivéssemos uma distribuição ao longo do ano... Mas a empresa está preparada para lidar com isso."

Filippo ressaltou também que as paralisações temporárias de trabalhadores registradas na fábrica em São José dos Campos (SP) não afetam a produção da empresa. A Embraer negocia reajuste salarial com o sindicato local, sendo que três paradas já foram feitas pelos funcionários apenas neste mês, sendo a mais recente, de 24 horas, nesta quinta-feira.

Pela manhã, a Embraer informou que seu lucro antes de juros e impostos (Ebit) caiu 15,5 por cento no terceiro trimestre, ante igual período de 2012, para 173,1 milhões de reais. A margem Ebit passou de 7,2 para 5,9 por cento.   Continuação...