Apenas um consórcio, com Odebrecht, entrega proposta para metrô de SP

quinta-feira, 31 de outubro de 2013 16:44 BRST
 

SÃO PAULO, 31 Out (Reuters) - O Consórcio Move São Paulo, formado pelas empresas Odebrecht, Queiroz Galvão, UTC Participações e pelo fundo Eco Realty, entregou nesta quinta-feira proposta para licitação da linha 6 do metrô de São Paulo, a chamada linha laranja, que será feita no modelo de Parceria Público Privada (PPP).

Segundo a Secretaria de Transportes do governo paulista, apenas um consórcio entregou proposta, que ainda era avaliada na audiência desta quinta-feira.

Esta é a segunda tentativa do governo paulista de licitar a operação, implantação e manutenção da linha, após não ter recebido nenhuma proposta no fim de julho.

A linha terá início na estação Brasilândia com término na estação São Joaquim, da linha azul, passando pelos bairros Liberdade, Bela Vista, Higienópolis, Perdizes, Lapa e Freguesia do Ó.

A linha 6 tem investimento estimado em cerca de 8 bilhões de reais e 34 quilômetros de extensão. A demanda estimada pelo governo paulista é de 600 mil passageiros por dia. (Por Roberta Vilas Boas, edição Alberto Alerigi Jr.)