Ambev prevê aumento de volume de vendas em 2014

quinta-feira, 31 de outubro de 2013 18:37 BRST
 

SÃO PAULO, 31 Out (Reuters) - Após emendar o terceiro trimestre seguido com menos vendas de bebidas, a Ambev, maior afirmou ver condições de aumento do volume de vendas a partir do próximo ano, enxergando um horizonte mais favorável para o consumo.

Em teleconferência com analistas, o diretor-geral da companhia, João Castro Neves, afirmou que, caso o governo federal mantenha a carga tributária sobre o setor inalterada, a companhia poderá abandonar os ajustes de preços acima da inflação em 2014 --na contramão do que vinha fazendo até então.

A ação da Ambev fechou o dia em baixa de 0,74 por cento. O papel chegou a cair 2,5 por cento, após a empresa revelar recuo de 8 por cento no lucro do terceiro trimestre no ano a ano, com maiores despesas financeiras e impostos. O Ibovespa subiu 0,15 por cento.

Segundo Neves, o governo mostrou estar aberto a negociações após anunciar que não aumentaria mais os impostos para bebidas em 2013. O executivo acrescentou que a manutenção dos tributos nos atuais níveis ajudaria a elevar os volumes em 2014.

"Em 2010 não houve aumento de imposto, por coincidência outro ano eleitoral", observou.

TERCEIRO TRIMESTRE

Entre julho e setembro, o volume de bebidas vendidas pela Ambev caiu 3,1 por cento. Considerando apenas as cervejas comercializadas no Brasil, seu principal mercado, a queda foi ainda mais expressiva, de 5 por cento.

Em comunicado, a Ambev previu que a indústria nacional deve terminar 2013 com contração nas vendas de cerveja, ante estimativa anterior que considerava a possibilidade de um resultado estável ou negativo em um dígito baixo.

Mesmo com menos vendas, a empresa elevou a receita líquida em 5,3 por cento no trimestre, a 8,5 bilhões de reais, ajudada pela estratégia de aumentar preços e mais distribuição direta.   Continuação...