Minerva assume unidades de bovinos da BRF em troca de 15% do seu capital

sexta-feira, 1 de novembro de 2013 21:18 BRST
 

SÃO PAULO, 1 Nov (Reuters) - A Minerva Foods assumirá duas unidades de abate de bovinos da BRF em Mato Grosso, em operação que incluirá a transferência de 15,2 por cento das ações da empresa para a BRF, cujo foco é alimento processado, carne de frango e suínos.

Com o negócio, a Minerva --terceira em produção de carne bovina no Brasil e segunda na exportação do produto do país-- deverá agregar um faturamento líquido anual de pelo menos 1,2 bilhão de reais (total faturado pela unidade de bovinos da BRF em 2012).

"Vai crescer pelo menos isso no faturamento, acreditamos que sim", disse o presidente da companhia, Fernando Galletti Queiroz, em entrevista a jornalistas.

O faturamento da unidade de bovinos da BRF em 2012 representou o equivalente a 27,4 por cento das receitas totais da Minerva no ano passado.

A Reuters obteve informação sobre o negócio mais cedo, por meio de uma fonte a par do acordo. Com a notícia, publicada também em outros meios de comunicação, as ações da Minerva fecharam em alta de 4,2 por cento, enquanto os papéis da BRF terminaram em queda de 0,9 por cento.

O acordo também encerra um ciclo de fusões e aquisições da Minerva no Brasil, acrescentou o executivo. Mas abre as portas para novos acordos da companhia com a BRF, a maior exportadora de carne de frango do mundo, e uma das maiores do setor de alimentos do país.

"Vamos poder nos conhecer cada vez melhor, não temos nenhum projeto, mas dentro do espírito desse 'deal' (negócio), ele vai abrir portas, e vamos ver todas as áreas que possamos ter sinergias para atuar juntos", declarou.

Pelo acordo, a Minerva vai fornecer carne bovina para as operações de processados da BRF.

Já a BRF ressaltou ainda que, com a transação, faz um ajuste em seu modelo de atuação no mercado de bovinos. "Sem sair do negócio, desverticaliza a cadeia, deixando a gestão do abate aos cuidados de uma empresa especialista --a Minerva--, ao mesmo tempo em que reforça sua presença nos segmentos de food service e alimentos processados de carne bovina."   Continuação...