Marinha dos EUA diz que divulgou por erro encomendas de F/A-18

sábado, 2 de novembro de 2013 15:34 BRST
 

WASHINGTON, 2 Nov (Reuters) - A Marinha dos Estados Unidos publicou erroneamente aviso sobre possível encomenda de até 36 novos jatos F/A-18 ou aeronaves de ataque eletrônico EA-18G da Boeing devido a "discussões internas orçamentárias e de tomada de decisões", disse um almirante da Marinha nesta sexta-feira.

O vice-almirante David Dunaway, comandante do Comando de Sistemas Aéreos Navais, emitiu comunicado após a Marinha cancelar o aviso.

A informação havia gerado confusão, uma vez que os atuais planos da Marinha pedem que ela passe a utilizar a aeronave F-35, capaz de evitar radares e fabricada pela Lockheed Martin, nos próximos anos, e não preveem mais compras de F/A-18 após o ano fiscal de 2014.

"A publicação foi resultado de discussões internas orçamentárias e de tomada de decisões e foi divulgada erroneamente", disse Dunaway sobre o incidente, que levantou novas questões sobre o fraco comprometimento da Marinha ao programa de 392 bilhões de dólares -- o maior programa de armas do Pentágono.