Com Alimentação, IPC-Fipe acelera alta a 0,48% em outubro

segunda-feira, 4 de novembro de 2013 07:32 BRST
 

SÃO PAULO, 4 Nov (Reuters) - O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo encerrou outubro com alta de 0,48 por cento, após avançar 0,25 por cento em setembro, pressionado pelos preços dos alimentos, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta segunda-feira.

O grupo Alimentação registrou alta de 1,20 por cento, após variação negativa de 0,01 por cento em setembro. Esse grupo foi de longe o maior peso sobre a variação do índice, com impacto de 0,2740 ponto percentual.

Outro grupo que teve destaque no mês passado foi o de Despesas Pessoais, com alta de 0,86 por cento e impacto de 0,1016 ponto percentual.

Na sexta-feira, o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) já havia mostrado uma maior pressão dos alimentos, cuja alta acelerou para 0,93 por cento no fechamento de outubro.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

A próxima divulgação do IPC-Fipe, referente à 1ª quadrissemana de novembro, será em 11 de novembro.

(Por Camila Moreira)