PMI da indústria da zona do euro aponta recuperação econômica ampla

segunda-feira, 4 de novembro de 2013 08:02 BRST
 

Por Jonathan Cable

LONDRES, 4 Nov (Reuters) - A atividade industrial da zona do euro acelerou em outubro conforme as novas encomendas aumentaram pelo quarto mês seguido, embora a forte competição tenha deixado as indústrias sem espaço para elevar os preços, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) nesta segunda-feira.

Ganhos cada vez mais robustos em países como Espanha, Itália e Irlanda significam que a nascente recuperação do bloco está se tornando mais generalizada, afirmou o Markit, que compila a pesquisa.

O PMI final do Markit subiu para 51,3 em outubro ante 51,1 em setembro, em linha com a leitura preliminar e com a expectativa de economistas. Em agosto o PMI havia atingido a máxima de 26 meses de 51,4.

O subíndice de produção avançou para 52,9 ante 52,2. Leitura acima de 50 sinaliza expansão da atividade.

"A indústria da zona do euro está passando por seu período mais forte de crescimento em dois anos e meio. Entretanto, embora a recuperação avance, ela é frustrantemente lenta", disse Chris Williamson, economista-chefe do Markit.

O subíndice de preços de bens finais atingiu máxima de 18 meses de 50,5, ante 50,3 em setembro, mas ficou abaixo da preliminar de 50,7.

"Os preços de bens finais subiram pelo segundo mês seguido, mas a taxa de inflação permaneceu marginal uma vez que a competição continuou forte e a demanda do mercado fraca", disse o Markit.