Regulador da China promete enfrentar riscos de empréstimos podres

segunda-feira, 4 de novembro de 2013 12:25 BRST
 

PEQUIM, 4 Nov (Reuters) - O regulador bancário da China prometeu trabalhar mais duro para enfrentar os riscos de um possível aumento de créditos vencidos, em particular de setores da indústria afetadas por excesso de oferta.

Os comentários do chefe da Comissão Reguladora e Bancária da China (CBRC, na sigla em inglês), Shang Fulin, são o alerta mais recente sobre riscos financeiros conforme o governo avança com reformas estruturais.

Shang disse em uma reunião com executivos de bancos na província de Fujian, no sudeste da China, que os bancos devem buscar vários canais para se desvencilhar com segurança de empréstimos ruins em indústrias que enfrentam problemas agudos de excesso de oferta.

"Precisamos fazer esforços maiores para nos preparar contra um possível aumento em ativos vencidos e explorar opções baseadas no mercado para agrupar e transferir os empréstimos podres", disse Shang, de acordo com um comunicado de seu discurso divulgado no site da CBRC na segunda-feira.

Dados oficiais mostravam que a proporção de créditos vencidos para bancos comerciais permaneceu em 0,96 por cento ao final de junho, estável em relação ao final de março.

(Por Aileen Wang e Jonathan Standing)