Ações europeias têm máxima em 5 anos por expectativa de estímulo do BCE

segunda-feira, 4 de novembro de 2013 16:09 BRST
 

Por Sudip Kar-Gupta

LONDRES, 4 Nov (Reuters) - Expectativas de estímulo monetário do Banco Central Europeu (BCE), aliadas à alta da ação do HSBC, levaram as ações europeias à máxima em cinco anos nesta segunda-feira.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou com alta de 0,32 por cento, para 1.293 pontos, após atingir 1.297 pontos na máxima do dia. Foi o maior patamar de fechamento desde meados de 2008.

O índice de blue-chips da zona do euro, o Euro STOXX 50, também avançou 0,3 por cento, para 3.061 pontos, enquanto o alemão DAX --que atingiu a máxima histórica de 9.070 pontos na semana passada-- ganhou 0,33 por cento, para 9.037 pontos.

A ação do banco britânico HSBC subiu 2,3 por cento e foi o papel que mais somou pontos ao FTSEurofirst 300 após anunciar alta de 10 por cento no lucro trimestral e emitir projeção positiva.

As bolsas europeias foram amparadas também por expectativas de que o BCE assuma postura expansionista para ajudar a economia da região na reunião de quinta-feira, após queda na inflação da zona do euro em outubro.

UBS e Royal Bank of Scotland esperam corte nos juros, embora muitos outros esperem que o BCE aguarde para tomar medidas concretas até pelo menos dezembro.

"A postura expansionista do BCE é não só esperada por investidores como também exigida politicamente. Então, por enquanto, há chance de que as ações ganhem fôlego", disse o vice-presidente de investimentos do SteppenWolf Capital, Phoebus Theologites.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,43 por cento, a 6.763 pontos.   Continuação...