Setor de serviços da China acelera antes de reunião do PC

terça-feira, 5 de novembro de 2013 07:42 BRST
 

Por Natalie Thomas

PEQUIM, 5 Nov (Reuters) - O setor de serviços da China acelerou em outubro, mostrou nesta terça-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI), com ganhos em novos negócios e emprego fornecendo mais evidências de que a economia encontrou uma base forte no momento em que Pequim se prepara para apresentar sua agenda de reformas para a próxima década.

Os principais líderes do país têm pressionado por estabilidade da economia em vez de crescimento rápido conforme tentam afastá-la do modelo de expansão guiado pelo crédito e pelo investimento para um impulsionado pela demanda do consumidor, com o setor de serviços sendo o principal foco.

O PMI de serviços do HSBC/Markit subiu para 52,6 em outubro ante 52,4 em setembro, permanecendo bem acima da marca de 50 que separa expansão de contração. O crescimento de novos negócios atingiu máxima de sete meses e o emprego subiu pelo segundo mês seguido.

"Tem sido a prioridade desenvolver o setor de serviços", disse Kevin Lai, economista-chefe regional do Daiwa Securities. "Mas o progresso tem sido lento, a economia ainda é muito guiada pelo investimento."

Os líderes chineses apresentarão seus planos de reforma na terceira sessão plenária do Partido Comunista entre 9 e 12 de novembro. Eles já deixaram claro que querem ver encolher as indústrias com excesso de capacidade, como as de aço e de construção de navios.