Custos de energia elevam preços ao produtor da zona do euro em setembro

terça-feira, 5 de novembro de 2013 09:01 BRST
 

BRUXELAS, 5 Nov (Reuters) - Os preços ao produtor da zona do euro subiram um pouco menos que o esperado em setembro, conduzidos principalmente por custos voláteis de energia e confirmando as fracas pressões inflacionários no bloco.

Os preços nas fábricas dos 17 países que compartilham o euro avançaram 0,1 por cento em setembro na comparação mensal, após terem ficado estáveis em agosto, enquanto o mercado esperava alta de 0,2 por cento, informou a agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, nesta terça-feira.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, os preços tiveram queda de 0,9 por cento, após terem recuado 0,8 por cento em agosto. Economistas consultados pela Reuters esperavam queda de 0,7 por cento.

A inflação dos preços ao produtor no setor energético ficou em 0,5 por cento em setembro, de longe o maior aumento no índice da Eurostat.

O Banco Central Europeu (BCE) realizará sua reunião regular em que estabelece suas taxas na quinta-feira e pesquisa da Reuters com 23 traders mostrou que o banco as manterá inalteradas apesar da forte desaceleração na inflação para perto da mínima em quatro anos em outubro.

(Reportagem de Martin Santa)