Lucro da ALL cai no 3o trimestre; vê volumes melhores no 4o tri

terça-feira, 5 de novembro de 2013 13:22 BRST
 

Por Roberta Vilas Boas

SÃO PAULO, 5 Nov (Reuters) - A América Latina Logística (ALL) encerrou o terceiro trimestre deste ano com lucro líquido de 60,3 milhões de reais, queda de 43 por cento ante igual período de 2012, informou a empresa nesta terça-feira.

A companhia informou também que, excluindo os efeitos da baixa contábil das operações na Argentina, cujo governo rescindiu as concessões da ALL em junho deste ano, o lucro ficou em 85,8 milhões de reais, recuo de 30 por cento na mesma base de comparação.

A queda no lucro foi puxada pelas operações ferroviárias, principal unidade de atuação da empresa, cujo ganho caiu 48,3 por cento, considerando a Argentina. A Brado Logística, unidade de logística intermodal de contêineres, viu o lucro subir 31,8 por cento, enquanto o braço de logística rodoviária Ritmo viu os ganhos subirem mais de 10 vezes, para 1,3 milhão de reais.

Segundo o diretor financeiro e de relações com investidores da empresa, Rodrigo Campos, o efeito da baixa contábil na Argentina não deverá voltar a se repetir nos próximos resultados.

"Teve um ativo que a gente imaginou que era recuperável, mas que no andar do processo vimos que não era e impactou no terceiro trimestre. Mas não esperamos efeito material daqui para a frente", disse ele, em entrevista por telefone.

A geração de caixa da ALL medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado subiu 3,3 por cento ante igual período de 2012, para 503,6 milhões de reais, conforme a companhia já havia informado em prévia de resultados em outubro.

Segundo a ALL, o crescimento do Ebitda ocorreu principalmente pelo aumento do rendimento médio (yield) em 8,9 por cento nas operações ferroviárias.

A receita líquida da ALL cresceu 4,1 por cento na mesma base de comparação, totalizando 943,1 milhões de reais.   Continuação...