Lupatech propõe trocar 85% de debêntures e bônus por ações

terça-feira, 5 de novembro de 2013 20:39 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 5 Nov (Reuters) - A fabricante de equipamentos para a indústria de óleo e gás Lupatech informou nesta terça-feira que seu Conselho de Administração aprovou um plano de reestruturação da dívida que inclui uma proposta de troca de 85 por cento das debêntures e bonus perpétuos em ações da companhia.

Os titulares de bônus perpétuos receberão, em pagamento de seus créditos de aproximadamente 298 milhões de dólares, o direito de subscrever American Depositary Receipts (ADRs), por meio da capitalização do montante de 85 por cento destes créditos. Eles também receberão novas notas em dólares emitidas no exterior, equivalentes aos 15 por cento remanescentes.

Os donos das debêntures, de cerca de 383 milhões de reais, também poderão subscrever 85 por cento dos créditos destes títulos, além de novas de novas debêntures representativas dos outros 15 por cento.

Para a vinculação de todos os bônus perpétuos nos termos do plano, é necessária a apresentação de um plano de recuperação extrajudicial, que deverá ser aceito por mais de três quintos dos donos do montante total dos bônus perpétuos.

Quanto à dívida financeira da companhia, 50 milhões de reais serão reperfiladas para o pagamento em seis anos. Outro grupo de dívidas de 180 milhões de reais também serão reperfiladas, e terão juros de 3 por cento, com carência principal e juros de quatro anos e pagamento em oito anos. Há também a alternativa de

aplicar as mesmas condições da capitalização dos créditos das debêntures.

"As novas ações (incluindo as ações subjacentes aos ADRs), a serem emitidas (...) deverão ser emitidas por meio de aumento de capital privado a ser realizado pela companhia ao preço de 0,25 real por ação", afirmou a Lupatech. (Por Juliana Schincariol)