Bancos britânicos relatam aumento de transações suspeitas

quarta-feira, 6 de novembro de 2013 15:23 BRST
 

LONDRES, 6 Nov(Reuters) - Bancos do Reino Unido relataram cerca de 1.200 transações suspeitas ao regulador durante os últimos 12 meses - 250 por cento a mais do que cinco anos atrás -, na medida em que os reguladores aumentam a pressão sobre a indústria abalada por escândalos, na tentativa de colocar a casa em ordem.

Instituições financeiras estão notificando por mês 100 casos de possíveis abusos de mercado para a Autoridade de Conduta Financeira, ante 28 há cinco anos, de acordo com dados publicados na terça-feira pela empresa de advocacia do Reino Unido Pinsent Masons.

Bancos têm de notificar o regulador sobre transações suspeitas, como uso de informações privilegiadas, desde que a regra do Market Abuse Directive foi introduzida em 2005.

Mas uma série de escândalos que vão desde manipulação de taxas até a venda negligente de seguros e práticas enganosas com consumidores sobre produtos de proteção (hedge), e mais multas pesadas no horizonte, significam que os bancos estão ansiosos para mostrar que os controles são seguros.

Monica Gogna, sócia do Pinsent Masons, disse que o medo de multas e acusações criminais se aprofundou na indústria e estava fazendo as pessoas "pensarem duas vezes" sobre fazer vista grossa a casos suspeitos.

(Por Kirstin Ridley)