Lucro líquido da Cosan recua para R$208,8 mi no 3º tri

quarta-feira, 6 de novembro de 2013 22:17 BRST
 

Por Roberto Samora

SÃO PAULO, 6 Nov (Reuters) - O lucro líquido da empresa de energia e infraestrutura Cosan recuou 26,3 por cento no terceiro trimestre na comparação anual, para 208,8 milhões de reais, impactado negativamente pelo câmbio e maiores despesas financeiras, informou a empresa nesta quarta-feira.

A empresa, que tem uma que tem uma joint venture com a Shell em açúcar, etanol, cogeração de energia e distribuição de combustíveis (a Raízen)-- registrou, contudo, melhores resultados nas vendas dos produtos derivados da cana-de-açúcar assim como no segmento de abastecimento.

A Raízen Combustíveis, unidade de negócio de distribuição e comercialização de combustíveis por meio da rede de postos franqueados sob a marca Shell, teve vendas de 12,7 bilhões de reais no terceiro trimestre, alta de 16,7 por cento na comparação anual.

O aumento foi impulsionado pelo crescimento de 9,3 por cento do volume total de combustíveis vendidos no período, com destaque para o etanol e para o diesel, informou a empresa.

O Ebitda, importante indicador do resultado operacional, da Raízen Combustíveis subiu 28,7 por cento na comparação com o mesmo período de 2012 e totalizou 483,1 milhões de reais.

A receita líquida da Raízen Energia, maior produtora individual de açúcar e etanol do Brasil, somou 3,2 bilhões de reais no período, alta de 44,4 por cento na comparação anual, por maiores volumes vendidos de açúcar e etanol, bem como melhores preços para o etanol nos mercados interno e externo.

A receita líquida da venda de açúcar totalizou 1,5 bilhão de reais, alta de 14,6 por cento ante o terceiro trimestre de 2012.

Já o Ebitda consolidado da empresa somou 722,6 milhões de reais, contra 386,9 milhões de reais no mesmo período do ano passado, disse a Cosan. A empresa informou que o indicador de geração de caixa passou a ser constituído pelo lucro operacional antes das despesas financeiras, somado a depreciação e amortização e resultado de equivalência patrimonial, seguindo orientação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).   Continuação...