Crescimento da Rússia no longo prazo ficará abaixo da economia mundial

quinta-feira, 7 de novembro de 2013 08:02 BRST
 

MOSCOU, 7 Nov (Reuters) - A Rússia reconheceu pela primeira vez nesta quinta-feira que sua economia ficará abaixo do crescimento global nos próximos 20 anos, abrindo espaço para uma era de estagnação que poderá ameaçar a permanência do presidente Vladimir Putin no poder.

O ministro da Economia, Alexei Ulyukayev, estima que a economia da Rússia irá crescer a uma média anual de 2,5 por cento durante o período --abaixo da projeção anterior de 4 por cento.

"O ritmo do crescimento econômico da Rússia ficará abaixo da média global no período estimado (até 2030)", disse Ulyukayev a jornalistas, apresentando uma estratégia econômica revisada de longo prazo.

A revisão para baixo piora a situação da Rússia frente ao grupo dos maiores mercados emergentes, os Brics -- que inclui também Brasil, Índia, China e África do Sul-- que nos últimos anos tem diminuído a distância em relação ao mundo industrializado.

A economia de 2 trilhões de dólares da Rússia tem desacelerado com força desde que Putin retornou ao Kremlin para o terceiro mandato presidencial no ano passado, em forte contraste com seus dois primeiros mandatos, quando ele determinou o objetivo de dobrar o tamanho da economia em uma década.

(Reportagem de Lidia Kelly)