Adidas deposita esperanças na Copa após queda de lucro e vendas

quinta-feira, 7 de novembro de 2013 11:58 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - A Adidas disse que está mirando as oportunidades de vendas oferecidas pela Copa do Mundo no Brasil no ano que vem, depois que os resultados do terceiro trimestre mostraram que a empresa continuou a perder terreno para a rival maior Nike na Europa.

A Adidas disse que o lucro operacional do terceiro trimestre caiu 6 por cento enquanto as vendas recuaram 7 por cento, afetadas por problemas de distribuição na Rússia, efeitos cambiais e vendas fracas de produtos para golfe.

Apesar da queda de vendas e lucro operacional, o grupo conseguiu melhorar sua margem de lucro bruto, um importante indicador de rentabilidade na indústria de vestuário, em 1,9 ponto percentual, para 49,3 por cento. A melhora veio com preços maiores e mais vendas em lojas próprias.

A Adidas divulgou vendas de 3,88 bilhões de euros e lucro operacional de 463 milhões para o terceiro trimestre, ambos um pouco abaixo de expectativa média de analistas obtida em uma pesquisa da Reuters.

A empresa manteve uma previsão de que as vendas crescerão apenas um dígito percentual baixo em 2013 e que alcançará uma margem operacional de cerca de 8,5 por cento.

 
Jogador argentino Lionel Messi cabeceia a bola durante sessão de treinos em Buenos Aires. A Adidas disse que está mirando as oportunidades de vendas oferecidas pela Copa do Mundo no Brasil no ano que vem, depois que os resultados do terceiro trimestre mostraram que a empresa continuou a perder terreno para a rival maior Nike na Europa. 11/06/2008. REUTERS/Marcos Brindicci