Comércio eletrônico deve faturar R$390 mi na Black Friday--E-bit

quinta-feira, 7 de novembro de 2013 17:26 BRST
 

Por Marcela Ayres

SÃO PAULO, 7 Nov (Reuters) - A empresa de pesquisas E-bit, especializada em informações sobre comércio eletrônico, estima que o faturamento do setor subirá 60 por cento, a 390 milhões de reais, durante a chamada Black Friday, na última sexta-feira do mês.

Na mesma data do ano passado, foram movimentados 243,8 milhões de reais no varejo online brasileiro, informou a E-bit em comunicado divulgado nesta quinta-feira.

Tradicionalmente conhecido como um dia de queima de estoques nos Estados Unidos, a Black Friday deve gerar um milhão de pedidos pela internet no Brasil, com ticket médio de compras de 390 reais, segundo previsão da E-bit.

"As categorias de maior valor agregado, como informática, eletrônicos e eletrodomésticos, devem ser as mais vendidas em virtude dos descontos, que podem chegar a até setenta por cento", afirmou a empresa.

A E-bit acrescentou que as categorias de moda e acessórios e de telefonia/celulares devem completar o grupo das cinco mais procuradas durante a Black Friday, marcada para o próximo dia 29.