EUA aplicam pena de US$864 mi ao BofA por fraude

sábado, 9 de novembro de 2013 15:03 BRST
 

NOVA YORK, 9 Nov (Reuters) - O governo dos Estados Unidos mandou o Bank of America pagar 863,6 milhões de dólares em indenização, após um júri federal responsabilizar o banco por fraudes na venda de títulos hipotecários defeituosos pela Countrywide, sua unidade.

Em um documento judicial apresentado na sexta-feira pela Corte Distrital de Manhattan, o governo também pediu punição a Rebecca Mairone, uma antiga executiva do banco Countrywide, também responsabilizada pelo júri. Uma multa "compatível com sua capacidade de pagamento".

O governo afirmou que as penas são necessárias para punir o banco e Mairone, além de "mandar uma mensagem clara e direta de que fraudes de hipoteca para o lucro não serão toleradas".

O governo disse ainda que o programa da Countrywide enfatizava e premiava funcionários mais a quantidade que a qualidade dos empréstimos feitos, e eliminava inspeções feitas para garantir a segurança dos empréstimos.

As penas requeridas pelo governo são ligeiramente mais altas que a quantia anteriormente sugerida pela procuradoria dos EUA, de 848,2 milhões de dólares. O montante é baseado na perda bruta causada pelo banco, disse o governo.

O segundo maior banco dos EUA, disse anteriormente que está avaliando suas opções para recorrer à decisão. O banco deve responder às apelações do governo na próxima semana.

(Reportagem de Nate Raymond e Jonathan Stempel)