Importações caem e Brasil tem superávit comercial acumulado em novembro de US916 mi

segunda-feira, 11 de novembro de 2013 16:14 BRST
 

SÃO PAULO, 11 Nov (Reuters) - A balança comercial brasileira registrou superávit de 916 milhões de dólares entre os dias 1º e 10 de novembro, impulsionado pela queda nas importações, informou nesta segunda-feira o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

No período, com seis dias úteis, as importações somaram 5,2 bilhões de dólares, 16,1 por cento abaixo da média diária de novembro do ano passado e 13,5 por cento inferior ao mesmo período de outubro.

Os gastos com a importação de combustíveis e lubrificantes, que este ano vêm castigando o resultado comercial brasileiro este ano, tiveram queda de 56,9 por cento nos primeiros dias de novembro ante o mesmo período de 2012, pela média diária. Adubos e fertilizantes recuaram 41,5 por cento, e automóveis e partes, tiveram retração de 11,3 por cento, entre outros.

Já as exportações somaram 6,116 bilhões de dólares, queda de 0,4 por cento em relação ao mesmo período de novembro do ano passado e alta de 2,7 por cento ante outubro --ambas na comparação pela média diária.

Em relação a novembro de 2012, as vendas de produtos básicos cresceram 18,9 por cento graças ao desempenho de soja em grão, fumo em folhas, minério de cobre, petróleo em bruto, farelo de soja, carnes de frango e bovina, e minério de ferro. A queda nas vendas de produtos manufaturados (-16,1 por cento) e semimanufaturados (-11,5 por cento) limitou o desempenho dos embarques.

No acumulado do ano, as exportações somam 206,587 bilhões de dólares e as importações, 207,500 bilhões de dólares, gerando um déficit de 913 milhões de dólares, ante superávit de 18,238 bilhões de dólares no mesmo período de 2012.

A balança comercial brasileira se aproxima do fim do ano com um dos piores desempenhos da história do comércio exterior do país.

(Reportagem de Tiago Pariz)