Ações europeias fecham em queda pressionadas por resultados corporativos

terça-feira, 12 de novembro de 2013 16:23 BRST
 

Por Sudip Kar-Gupta

LONDRES, 12 Nov (Reuters) - As ações europeias fecharam em queda nesta terça-feira, com novos resultados corporativos fracos freando um rali que impulsionou o índice para máxima de cinco anos na semana passada.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, recuou 0,59 por cento, para 1.290 pontos. O índice Euro STOXX 50 também caiu 0,59 por cento, para 3.034 pontos.

O rali do FTSEurofirst 300, que levou o índice a acumular alta de cerca de 14 por cento desde o início de 2013, estancou ao longo das últimas duas semanas diante de resultados fracos de algumas das principais companhias europeias.

Mesmo assim, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) anunciou nesta terça-feira perspectiva mais forte para economias desenvolvidas. Além disso, algumas empresas de gestão de investimento afirmam que as bolsas ainda têm espaço para ganhos.

A fabricante de chips alemã Infineon tornou-se a mais recente companhia a fazer alertas decepcionantes sobre seus resultados. A ação caiu 5,6 por cento diante de queda na receita no atual trimestre fiscal.

Cerca da metade das companhias do índice STOXX 600 registraram lucro abaixo das expectativas, de acordo com dados da Thomson Reuters StarMine. Quase dois terços decepcionaram em termos de receita.

"Esperamos recuperação dos balanços abaixo da média no próximo ano, e as revisões de lucro deterioraram recentemente", disse o estrategista de ações europeias do Morgan Stanley, Matthew Garman.