Alitalia aprova novo plano de negócios e adia prazo para aumento de capital

quarta-feira, 13 de novembro de 2013 22:39 BRST
 

ROMA, 13 Nov (Reuters) - O conselho de administração da Alitalia aprovou nesta quarta-feira um novo plano de negócios, prometendo cortes de custos severos para tornar a companhia aérea italiana mais rentável, mas a nova estratégia não conseguiu convencer seu principal acionista Air France-KLM.

O grupo franco-holandês, que detém 25 por cento da Alitalia, votou contra o plano, disse uma fonte próxima ao assunto.

"A Air France saúda o plano, mas o problema com a dívida permanece, de modo que votou contra ele", disse a fonte.

A Air France-KLM não quis comentar o assunto.

A Alitalia afirmou em comunicado que o novo plano de negócios incluirá "cortes severos de custos", mas não mencionou demissões de até 2.000 pessoas e cortes salariais que, segundo fontes disseram nesta semana, fariam parte das propostas em análise.

No entanto, a empresa afirmou que reduzirá o número de aeronaves que fazem trechos de médio alcance e aumentará o número de voos internacionais e intercontinentais a fim de aumentar as receitas, concentrando-se no mais lucrativo mercado de longas distâncias.

O conselho também aprovou a prorrogação até 27 de novembro do prazo que venceria na sexta-feira para os acionistas subscreverem um aumento de capital de 300 milhões de euros necessário para incrementar seus cofres.

A companhia aérea italiana está lutando com perdas financeiras e está presa em uma briga de meses com a Air France-KLM sobre a manutenção de sua parceria estratégica e financeira com o grupo franco-holandês.

(Reportagem de Alberto Sisto)