Copel, Furnas, Abengoa ficam com lotes em leilão de transmissão de energia

quinta-feira, 14 de novembro de 2013 11:06 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O consórcio formado por Copel e Furnas, subsidiária da Eletrobras venceu o lote A do leilão de transmissão sem oferecer um desconto em relação á Receita Anual Máxima (RAP) permitida, garantindo uma receita de 174,4 milhões de reais a ser recebida quando o empreendimento entrar em operação.

O consórcio foi o único a oferecer lance pelo lote A, que é o maior do leilão, com três linhas e três subestações localizados em São Paulo e Paraná.

O lote A vai possibilitar o intercâmbio de energia entre Sudeste e Sul, permitir o pleno escoamento da energia das usinas do rio Madeira, entre outras funções.

Já o lote B, formado por uma linha de transmissão de 367 quilômetros entre Minas Gerais e São Paulo, foi vencido pela espanhola Abengoa, com oferta de desconto de 10,1 por cento.

O lote D foi vencido por consórcio entre a goiana Celg GT e Furnas, com deságio de 0,54 por cento. O lote é composto por linha de transmissão de 69 quilômetros, em Goiás.

As empresas Braxenergy e LT Bandeirante ficaram com o lote E, que envolve duas linhas de transmissão e duas subestações no Ceará. O lote F foi obtido por Copel, com oferta de deságio de 5 por cento.

O leilão continua na BM&FBovespa. Os lotes C, L, M, e O, conforme já informou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), serão licitados em dezembro.