Yellen: é "imperativo" promover recuperação bem forte

quinta-feira, 14 de novembro de 2013 17:32 BRST
 

Por Alister Bull e Jonathan Spicer

WASHINGTON, 14 Nov (Reuters) - Janet Yellen defendeu fortemente nesta quinta-feira as medidas audaciosas do Federal Reserve para estimular o crescimento econômico, chamando os esforços para impulsionar as contratações de "imperativos" em audiência sobre sua indicação para se tornar a primeira mulher a comandar o banco central norte-americano.

Respondendo a perguntas perante o Comitê Bancário do Senado dos EUA, Yellen deixou claro que irá continuar com a política monetária extremamente expansionista até que as autoridades estejam confiantes de que uma recuperação econômica duradoura está em ação para poder sustentar a criação de empregos.

"Eu considero imperativo que façamos o que pudermos para promover uma recuperação bem forte", disse Yellen, atualmente vice-chairwoman do Fed.

Ela disse que as compras de título pelo Fed, que alguns republicanos temem possa acelerar a inflação ou criar bolhas de ativos, não podem durar para sempre, enfatizando o Fed está bastante ciente dos custos e benefícios do programa.

Mas ela disse que os benefícios superam os prejuízos neste momento e deixou claro que qualquer decisão de reduzir as compras, atualmente de 85 bilhões de dólares por mês, será definida por dados econômicos.

"Não vejo o programa continuando indefinidamente", afirmou Yellen. "Estamos... tentando avaliar se houve ou não progressos significativos no mercado de trabalho. E o que o comitê (de política do Fed) está olhando é por sinais de que temos crescimento e que ele é forte o suficiente para promover progresso contínuo."

O Fed tem mantido as taxas de juros perto de zero desde o fim de 2008 e quadruplicou seu balanço patrimonial para 3,8 trilhões de dólares através de três rodadas de compras de títulos, ou "quantitative easing" (QE). Na reunião do banco em outubro, o Fed manteve as compras no ritmo atual.

Investidores de ações e títulos receberam positivamente o compromisso de Yellen para conduzir uma recuperação mais forte. As ações norte-americanas atingiram as máximas do pregão enquanto ela falava, com o S&P 500 registrando máxima recorde.   Continuação...